May 7, 2004

Notícias do Primeiro Mundo IV

Um terço dos suecos nascidos fora da Suécia sofre discriminação

Um terço dos cidadãos suecos nascidos fora do país sofre discriminação, principalmente no mercado de trabalho. Essa foi a conclusão de uma pesquisa realizada por escritórios anti-discriminação em quatro cidades suecas. Os mais discriminados são pessoas nascidas em países da África, da Ásia e da América do Sul.

- É trágico que tantas pessoas sejam discriminadas na Suécia de hoje. Tanto os políticos quanto a sociedade em geral deve reagir contra isso, afirma Jabar Amin, que trabalha no escritório anti-discriminação de Umeå. O relatório teve como base uma enquete com 25 perguntas que foi enviada para 4 mil pessoas nascidas fora da Suécia e que moram em Estocolmo (sudeste), Gotemburgo (sudoeste), Norrköping (centro) e Umeå (norte).

Nada menos do que 37% - pouco mais de um terço - afirma já ter se sentido discriminado pelo menos uma vez nos últimos três anos. Do total de respostas vindas de cidadãos suecos nascidos na África, 54% já se sentiram discriminados. Em outro grupo, o de suecos nascidos em outros países escandinavos (Noruega, Dinamarca, Finlândia ou Islândia), 14% afirmaram já terem sido objeto de discriminacão.

A forma mais comum de discriminação acontece no mercado de trabalho, seguida de perto pelo setor de entretenimento (restaurantes/pub/discotecas), por empresas de aluguel de apartamentos e, por fim, no segmento de saúde.


Preciso comentar?
Link pra matéria (em sueco).

PS.: Mas hoje eu estou bem. Fiquei sabendo de notícias de uma amiga muito querida e senti que ela está no caminho de volta, se recuperando depois de uma perda difícil. Fiquei feliz em ler o email da minha amiga, de sentir a vibração de uma das pessoas mais doces que conheço e que está se recuperando. Força, queridoca!

19 Responses to “Notícias do Primeiro Mundo IV”

  1. Debora Melissa Says:

    Mary, esse lance de o imigrante sofrer um preconceito ainda maior se for negro eu vejo direto por aqui. Uma das minhas melhores amigas negra e todo mundo diz, na minha cara sem medir palavras, que eu no sofro preconceito por ser brasileira por ser branca, j ela… Acredita?
    J falamos aqui tambm sobre aquele rapaz que matou a Poltica. Ele Sueco mais os pais so estrangeiros e ainda assim s falavam dele pela nacionalidade dos pais, lembra? Bjks.

  2. Maria Says:

    mesmo, Suyaen? Menina, que burocracia!!!! Ser que quando eu tiver filhos devo procurar dar a nacionalidade brasileira pra eles? No uma complicaco sem fim????? Bem que c podia escrever um post sobre isso, Suyaen! Eu publico aqui!!! :c)

    Ah, Marcia-Princesa da Martinica, isso um caso srio. Portugal realmente um espanto. Fico impressionada como eles tm dificuldade de lidar com brasileiros, gente que tem a mesma lingua que eles. Aqui na Sucia diz-se que o racismo e a discriminaco se deve diferenca, que realmente enorme, entre os costumes dos imigrantes que vm morar aqui e os nativos. Mas em portugal…. que coisa. Beijocas proc!

  3. Princesa da Martinica Says:

    Ah, Mary minha queridssima, eu sou um exemplo vivo do preconceito! Num reino muito distante, nasceu a Princesa da Martinica, que sonhava ser rainha alem. Como no conseguiu, contentou-se em ficar no meio dos dois reinos (onde nasceu e o de sonho). Pois, por acaso, era o reino onde sua me nasceu. Princesa passou, ento, a ser Princesa desse Reino. Acredita que, at hoje, Princesa sofre para ser tratada de “igual para igual”?

  4. suyaen Says:

    Meio atrasado, mas uma coisa sobre o comentario da Tereza. Quando os brasileiros nascidos no exterior atingirem maioridade (nao sei bem se 18 ou 21 anos agora) eles terao que passar 3 meses morando no Brasil, caso contrario perderao a nacionalidade brasileira. E da-lhe complicacao, mas precisaria de um post pra explicar, como nao tenho blog, vou parando por aqui. Beijao.

  5. Maria Says:

    Tenho a impresso que sim a moa que voc est pensando, Amanda. Estamos todos torcendo para que ela volte logo. Um abraco proc.

  6. Amanda Says:

    Espero que a amiga seja a moa na qual eu estou pensando… E tambm espero que ela se recupere e volte logo para ns!!!

    Beijos

  7. Maria Says:

    Veca, no sei se voc seria discriminada se viesse morar na Sucia. Cada caso diferente. Existem relatrios que confirmam, no entanto, que quanto mais escura a pele do imigrante (mesmo tendo este cidadania sueca) mais essa pessoa sofrer discriminao, com dificuldades para encontrar trabalho etc.

    Existe racismo em tudo quanto canto do mundo e aqui no diferente. Alis, a nica diferena que as autoridades reconhecem que isso existe e tentam melhorar a situacao dos imigrantes. Mas volto a afirmar que cada caso um caso.

    Se voc mdica, por exemplo, bem capaz de encontrar trabalho rapidinho - aqui h falta de mdicos. Por outro lado, ainda h pessoas que tm dificuldades de lidar/confiar em mdicos no-suecos, por incrvel que pareca. O racismo permeia a sociedade sueca, assim como acontece no Brasil.

  8. Veca Says:

    Poxa, ento se eu for para a Sucia eu vou ser discriminada, pior que no Brasil?
    Na Sucia a discriminao no deve ser velada e hipcrita como no Brasil.
    Sou mulata (como se diz no Brasil) e estou cansada de ouvir gente falando pejorativamente dos negros, na minha frente, como se eu no ouvisse ou no fosse negra.

  9. Maria Says:

    Andr, aqui na Europa racismo ainda pior do que no Brasil. Se que isso possvel. Beijoca.

    Denise, tudo bem, no tem problema no. De repente seria melhor que voc desse uma lida na matria no original (link no final do post) se voc ainda est em dvida. Beijoca!

  10. Denise Arcoverde Says:

    Puxa, Maria, desculpa se eu fiz uma “confuso desnecessria”, no foi essa minha inteno, estava mesmo querendo esclarecer se a matria se referia a imigrantes que passam a ter cidadania sueca ou de suecos (por ter background suecos) que nascem em outros pases. Porque eu acho que, no primeiro caso, a gente j sabia que havia discriminao. A matria no estava muito clara, pra quem no acostumado com essas questes de cidadania, achei que algumas pessoas poderiam ficar confusas, como eu. Minhas sinceras desculpas.

  11. andr machado Says:

    Mary,
    mesmo terrvel esse negcio da discriminao. A Unio Europia ainda tem muito a percorrer at integrar direito seus povos, no?
    beijo

  12. Maria Says:

    Tereza, acho que a burocracia brasileira uma das mais complicadas que eu conheco. Sinceramente.

    Mas o que estou falando aqui de pessoas que vieram pra Sucia de outros cantos do mundo, seja como imigrantes (como eu) ou como refugiados (de guerra, polticos etc) e se naturalizaram suecos. A Denise fez uma confusozinha desnecessria.

    Beijocas pra ti.

  13. Tereza (Bruxelas) Says:

    Ento como no Brasil ! L onde eu moro no aceitam que meus filhos sejam brasileiros de jeito nenehum. Apesar deles terem registro de nascimento do Consulado do Brasil e dos passaportes brasileiros eu nunca consegui resgistrar meus filhos num cartrio no Brasil porque nunca aceitaram. Quero ver o que eles vo fazer quando meus filhos tiverem 18 anos. Ser que vo perder a nacionalidade brasileira por culpa da incompetncia de alguns funcionrios? Imagino como vai ser se um dia eles quiserem morar l ! Se bem que espero que no.

  14. Maria Says:

    Pessoas nascidas fora da Sucia e com cidadania sueca, Denise.

  15. Denise Arcoverde Says:

    Oi, Maria! “suecos nascidos fora da Sucia” so exatamente o qu? imigrantes que receberam cidadania sueca? filhos de suecos nascidos em outro pas e com cidadania sueca?

  16. Maria Says:

    pode crer, Sam, pode crer.

  17. Sam Says:

    Ah que coisa mais triste… mas acho que ainda falta muito ao mundo… muito a aprender… gente gente… que diferena faz se branco, preto, amarelo, listrado, sueco, russo, turco, chileno, catlico, umbandista, judeu… tudo gente… o dia que a gente entender isso bem, o mundo vai ser um lugar bem melhor!!!

  18. :: Montanha-Russa 4.3 :: » Notcias do Primeiro Mundo VII Says:

    […] Leia as outras Notcias do primeiro mundo que publiquei em: 21 de maio de 2004; 7 de maio de 2004; 10 de setembro de 2003; 5 de julho de 2003; 15 de junho de 2003. […]

  19. :: Montanha-Russa 4.3 :: » Democracia racial? Fala srio. Says:

    […] Leia mais sobre esse assunto nos meus posts antigos: A Europa da excluso, Que coragem!, Sem drama, Mais 20 anos pela frente, Voc no bem-vindo, Notcias do Primeiro Mundo V e finalmente Racismo na Escandinvia. […]

 

Bad Behavior has blocked 2358 access attempts in the last 7 days.