January 1, 2012

Folie à deux

Comecei “Freedom”, de Jonathan Franzen (JF), no dia 28 de dezembro. Quando comecei a ler a saga da família Berglund foi como se uma mini-versão de JF estivesse dentro do livro e tivesse me puxado pra dentro da história - imaginem um homenzinho pequenininho me pegando pela gola da camisa e fechando o livro. Agora me encontro lá, no meio da página 292, imaginando se Joey vai cair na real, ou se Walter vai compreender de uma vez por todas o que está acontecendo ao redor dele, se Patty e Richard vão dar vazão ao que sentem um pelo outro, se Jessica vai aparecer mais, ou se o universo inteiro vai implodir numa cascada de desordem, mentiras e absurdos - provavelmente sim, o que é ainda mais bacana. Eu respiro JF, como JF e penso JF. JF e eu, eu e JF. (Desculpa aí, urso!)

Filed under: De bem com a vida,Livros — Maria Fabriani @ 11:59

5 Responses to “Folie à deux”

  1. marilia Says:

    Maria:
    Feliz Ano Novo, que em 2012 você esteja mais presente para alegria nossa.
    Fui tomada do mesmo sentimento por este livro há alguns meses atrás. Maravilhoso! Pode ter certeza que quanto mais vai você for lendo, mais difícil ficará deixar o livro. Bom proveito!

  2. Marcia Says:

    Querida Maria!!!
    Este livro está na minha lista do que devo ler. Por ter lido o teu post sobre o Apanhador no Campo de Centeio, li o livro e fiquei apaixonada. JF está na minha lista, mas quero ler com calma, no meu silêncio.
    Beijos

  3. patricia pereira Says:

    M.E.D.O o termômetro aí do lado tá marcando -34 graus!!! Confesso que entro todo dia para ver a temperatura rs

  4. Maria Lídia Says:

    Vamos escrever mais posts, Maria?
    Estão fazendo falta!!! ;-)

  5. leticia Says:

    oi, maria
    fiz uma pesquisa no google e cai aqui, que coincidencia pois lia seu blog a muuuuitos anos atras (acho que uns 8 ou 10 anos, pois lembro que foi um dos primeiros de expats que eu li quando ainda pensava em morar fora…). lembrei que sempre gostei dos seus textos e me identifiquei com varios deles, alias varias lembranças me vieram a mente enquanto dava um olhada aqui no Montanha Russa.
    seu filhote é lindo, menina. eu lembro que vc teve uma fase de estudar numa cidade diferente e seu marido morar em outra e eu achava isso o maximo e pensava que nao ia ter essa coragem. hehehe
    tô vendo que muita coisa mudou e que vc nao escreve muito mais. isso é bom, quero dizer, é bom dar uma mudada, né? eu nem blog mais tenho, justo eu que amava a blogesfera de paixao, mas hoje parece que ficou tão comercial, todo mundo quer lançar tendencia, quer ser hipster, webcelebridade, faturar blogando…
    bom, olha eu aqui usando o seu espaço pra filosofar de forma barata! hahaha
    só queria mesmo deixar um abraço e dizer que fico feliz por ter reencontrado vc aqui. com certeza feliz, pois “quem é feliz não escreve” (essa foi a frase que eu joguei no google e me trouxe aqui!!)
    abraços
    leticia

Leave a Reply

 

Bad Behavior has blocked 1325 access attempts in the last 7 days.