April 29, 2002

Boden —-> Estocolmo

Pois é, decidi ir até Estocolmo me cadastrar direitinho porque não vou gastar meus momentos no Rio para resolver burocracia eleitoral. Nem pensar! Pago pra não me aborrecer. Aliás, paguei até um preco razoável. Pela viagem ida e volta, de trem, em vagão apenas para senhoras, com cama individual, dei 1200 coroas suecas, mais ou menos 120 dólares. É uma viagem longa, no entanto. Estou indo hoje às 21h55min, chego em Estocolmo depois das 10h da manhã de terca-feira, acerto os meus assuntos na embaixada, pego o trem das 17h27min e chego aqui em Boden quarta-feira, primeiro de maio, às seis da manhã.
Cheguei a verificar quanto custaria uma passagem de avião. Como estou viajando assim em cima da hora, o bilhete sairia por impossíveis 4300 coroas (uma viagem para o Rio custa 6 mil). Mas se eu pudesse reservar o bilhete com muita antecedência, pagaria muito menos: cerca de 1 mil coroas. Mas acho que vai ser legal viajar de trem. Nunca me esqueci como foi sensacional atravessar a Europa de trem, em 1993, quando viajei sozinha por Espanha, Franca, Itália, Holanda e Bélgica, com mochila nas costas e um Europass na mão. Foi ótimo. Bom, já vou. Vejo vocês na volta, ok? Hej då!

Filed under: Vidinha — Maria Fabriani @ 19:57

Burocracia

Recebi cartinha da embaixada do Brasil em Estocolmo avisando sobre a necessidade de recadastramento do título de eleitor para que possamos votar nas eleicões presidenciais de outubro. Acabo de ligar pra lá e descobrir que:
— Preciso ir a Estocolmo até o dia 8 de maio fazer o recadastramento senão não posso votar.
— Se não votar terei de gastar dias da minha viajem ao Brasil para justificar meu voto na minha zona eleitoral… E eu nem sei onde fica isso.
— Tenho que ir pessoalmente a Estocolmo para me cadastrar lá. Não posso fazer isso aqui em Boden, nem sequer na polícia, que pode provar que eu sou eu mesma.
Ir a Estocolmo é caro. Estou guardando dinheiro pra minha viagem ao Brasil, em agosto próximo, como uma garotinha economizando a mesada para ir à DisneyWorld.
Droga! Quero votar, mas toda essa burocracia é de matar! Se bem que eles só estão fazendo a parte deles. Sou eu que moro longe da civilizacão. E isso é difícil pra quem nasceu e morou no Rio a vida toda. Tô acostumada a ter tudo ali, na esquina. Quando trabalhava na Barra e tinha que atravessar a Avenida das Américas pra ir ao banco ficava em desespero! Tô acostumada com o Leblon e com a cidade, onde tudo está a um passo.
Acho, mesmo assim, que vou gastar as minhas coroinhas e ir me recadastrar. E terei de voltar lá dia seis de outubro pra votar e ainda outra vez, dia 27 do mesmo mês, caso haja segundo turno. Mas acho que vale a pena.

Filed under: Vidinha — Maria Fabriani @ 10:45

Dicas de um chocólatra de primeira

Essas dicas foram enviadas pelo Tom Taborda e achei que deveria publicá-las aqui porque há muita gente como eu: chocólatra sem muita organizacão. Um pouco de disciplina e informacões corretas fazem muito bem à saúde. As dicas dizem respeito à receita do “kladdkaka”, que publiquei um pouco abaixo.
“Oi gente! Não confundam: ‘Cacau em Pó’ é ‘cacau em pó’ e está escrito assim na embalagem, não é ‘Chocolate em Pó’; nas receitas, misturo 1:1 com açúcar demerara (não o mascavo), fica delicioso.
O chocolate em pé já tem açúcar; e os ‘achocolatados’ (Nescau) têm ainda mais açúcar.
A Nestlé tem apenas uma enorme caixa industrial do cacau em pó (acho q de 4kg), ela é marrom. A Garoto tem a caixinha pequena, mas é difícil achar. O mais prático é comprar o pacotinho embalado a vácuo nas lojas do Mundo Verde. Lá tem Cacau em Pó.
Chocolate em pó é ‘chocolate em pó’. A caixa da Nestlé é vermelha (com os dois frades, que herdou da antiga embalagem do ‘Chocolate em pó Gardano’, que me lembro da minha infância); tem a industrial e a pequena; a pequena, tanto da Nestlé quanto da Garoto são facilmente encontráveis nos supermercados. Mas não é ‘cacau’.
E, mais uma dica:
1 decilitro = 100 ml (mililitros)
10 decilitros = 1000 ml = 1 litro
basta usar um copo graduado, daqueles de plástico com as marcações.
Beijocas chocólatras a todas,
Tom”

Não é um luxo? Pois é, cacau é cacau que não é chocolate em pó. A embalagem a que eu me referia era definitivamente a de chocolate em pó, porque me lembro vividamente de minha avó comprar pra casa e era vermelha com os dois frades gordinhos na capa.
Anyway, ainda continuo achando a minha receita torta melhor do que a receita sueca correta. Usei o equivalente sueco do Nescau e menos manteiga. Fiz quase um brownie do Chez Belle. Uma gostosura. :c)

Filed under: Receitas,Vidinha — Maria Fabriani @ 08:15

April 28, 2002

Presentinho do meu amado

Rules of Chivalrous Love
1. Thou shalt avoid avarice like the deadly pestilence and thou shalt embrace its opposite.
(:: Não sou Ivana Trump, mas não posso reclamar dessa)
2. Thou shalt keep thyself chaste for the sake of her whom thou lovest.
(:: É melhor mesmo… ou então…)
3. Thou shalt not knowingly strive to break up a correct love affair that someone is engaged in.
(:: Em outras palavras, não cisca no canteiro alheio)
4. Thou shalt not choose for thy love anyone whom a natural sense of shame forbids thee to marry.
(:: Já imaginaram se essa ainda valesse? O casamento estava condenado)
5. Be mindful completely to avoid falsehood.
(:: Ah, por favor. Não suporto mentiras)
6. Patience is the greatest virtue of love.
(:: Tento me dizer isso todos os dias. Stefan é ótimo, muito mais paciente do que eu)
7. Being obedient in all things to the commands of ladies. (:: Oh, yeah!!!!! :c)))
8. In giving and receiving love’s solaces let modesty be ever present.
(:: Bonitinho, né?)
9. Thou shalt speak no evil.
(:: Vou me esforcar!)
10. Thou shalt not be a revealer of love affairs.
(:: Sempre soube guardar segredos muito bem)
11. Thou shalt be in all things polite and courteous.
(:: Stefan é, sempre. Às vezes é até irritante. Digo que ele precisa aprender a “kick some ass” e ele sorri. Eu é que preciso me conter mais).
Lt Stefan Pieksma, KCStI

Filed under: De bem com a vida — Maria Fabriani @ 21:41

Novo logo

Estou comecando a ficar mais saidinha no que diz respeito a HTML, mas quando o assunto é Photoshop, ainda sofro muito. Por isso demorei a mudar o título do Montanha-Russa. Depois de tentar sem sucesso, pedi ajuda à minha amiga Fernanda e ela, muito gentilmente, fez esse logo pra mim.


Obrigada Fê!

O próximo passo é inserir fotos e imagens, que se movam continuamente. Mas admito que, por enquanto, isso é ainda muito avancado.
E vocês, gostaram da inovacão? Têm sugestões, idéias mais criativas? Podem dizer! :c)

Filed under: Variedades — Maria Fabriani @ 18:28

Aniversário

Para comemorar o aniversário de dois meses do Montanha-Russa, resolvi mostrar uma das criaturas que deixei no Rio e das quais sinto muita falta. Essa pelucinha lindinha aí da foto à a minha afilhada, Ping, filhota da Rê e do Marcos, meus amigos queridos. (Sinto muita falta de vocês, viu?)


ping.jpg
Ai, que saudade! :c)

Filed under: Aniversários — Maria Fabriani @ 14:17

Cozinha da Ofélia

Pois é, preciso contar pra vocês o seguinte: todo esse tempo vinha fazendo a receita do brownie errada. Pois é. Não há nada de errado com a receita aí de baixo mas eu, no afã de aproveitar o que eu tinha em casa, sempre utilizei ao invés de cacau (ou chocolate em pó) um produto chamado O’Boy, o equivalente sueco ao nosso Nescau (ou Toddy). Além disso, por pura falta de atencão, todas as vezes que fiz a receita antes só colocava 50 gramas de manteiga.
A boa notícia, no entanto, é que o resultado desse meu bolo torto é muito mais próximo do brownie do Chez Belle do que a receita verdadeira. Até porque “Kladdkaka” quer dizer literalmente “sticky cake”. O interior do bolo, se feito como manda o figurino, com 100 gramas de manteiga e cacau, deve ficar meio cru mesmo, mole, quase como um ponto bala, como dizia minha avó.
O meu fica com a consistência de bolo mesmo, com menos gordura. Tenho que dizer que prefiro o meu bolo torto ao Kladdkaka original. Descobri a minha “falha” porque minha sogra veio nos visitar ontem e copiou minha receita do Kladdkaka. Enquanto eu fazia os dois bolos (foi uma festa grande ontem) ela ria de como eu tinha escrito a receita em meu sueco ainda precário e observava que eu estava colocando apenas a metade da manteiga necessária. Tsk, tsk, tsk.
Portanto, facam o seguinte: ao invés de colocar cacau um pó, usem Nescau. Ao invés de 100 gramas de manteiga, coloquem 50 gramas. Vamos ver que bicho d� :c) Mas uma coisa eu prometo: ruim não vai ficar.

Filed under: Cinema e televisão — Maria Fabriani @ 11:24

April 27, 2002

Sem estresse

Gostas de apertar aquelas bolinhas do plástico-bolha? Clica aqui.

Filed under: Variedades — Maria Fabriani @ 18:15

O segredo do brownie de chocolate

hallon.jpgQuem se lembra da época em que eu ainda trabalhava na Barra não deve ter problemas em saber do que estou falando. Sempre íamos almoçar em um restaurante no Downtown que, além de um feijão muito bom e de saladas ótimas, servia um brownie de chocolate sensacional. Quase pedimos a receita pra dona várias vezes. Mas nunca o fizemos de fato. O nome do restaurante é Chez Belle (obrigada Fernanda, amiga).
Pois bem, acho que descobri o segredo, galera. Aqui na Suécia tem uma receita de um bolinho de chocolate chamado “Kladdkaka” que é muito parecido com o brownie carioca. Fiz já algumas vezes e é muito bom. Hoje tem festa de novo aqui na casa-de-um-casal-amigo-do-Stefan e eu ofereci pra fazer o bolinho. Vou servir com uma bolinha de sorvete de creme e, pra colorir, frutinhas de hallon em cima. Hallon é raspberry, em inglês (veja a foto ao lado). Elas são vermelhas e lindas, típicas aqui do pico do mundo. Adoro essas berries.
Bom, à receita, shall we?
Ingredientes - 100g de manteiga; 1,5 decilitro de farinha de trigo; 3/4 de decilitro de cacau; 2 decilitros de açúcar; 1 colher de cháde açúcar de baunilha; 1 pitadinha de sal; 2 ovos.
Como fazer - Coloque o forno a 175 graus. Derreta a manteiga, reserve. Misture em uma tigela o trigo, o cacau, o açúcar comum e o de baunilha e o sal. Junte a manteiga à mistura. Junte os ovos à mistura e faça uma massa. Estique a massa em uma forma untada. Deixe assar por cerca de 40 minutos (dependendo do forno).
Já notaram que coloquei as medidas aqui da Suécia, né? Pois é, só sei cozinhar em decilitros agora, galera… ;c))) Não, mas sério. Fui procurar e achei isso aqui:
1 decilitro de cacao = 40 gramas
1 decilitro de farinha de trigo = 60 gramas
1 decilitro de açúcar = mais ou menos 80 gramas.
Depois me contem se ficou bom.

Filed under: Receitas — Maria Fabriani @ 10:57

April 26, 2002

O universo não tem começo nem fim

Matéria na BBC News sobre artigo da revista Science apresenta um novo modelo criado por dois cientistas, Paul Steinhardt, de Princeton, nos EUA, e Neil Turok, de Cambridge, na Inglaterra. Eles tentam explicar como é o cosmos e para onde ele está indo.
Steinhardt e Turok afirmam que o universo passa continuamente por um ciclo infinito de expansão e estagnação, o qual é dirigido por uma ainda inexplicada “energia negra”. Os cientistas são contra a teoria do Big Bang. Eles afirmam que esse modelo não explica o que antecedeu ao Big Bang, nem deixa claro qual será o futuro do cosmos.
Perguntinha: pode acabar algo que nunca começou?

UPDATE: Outra perguntinha, desta vez feita pelo André Sá: pode existir algo que nunca começou?!

Filed under: Elucubrações — Maria Fabriani @ 13:29
Next Page »
 

Bad Behavior has blocked 504 access attempts in the last 7 days.