August 27, 2008

Pré-escola e feminismo

Primeiro dia em que deixei Max na escolinha e vim pra casa. Ele vai almoçar e tirar a soneca do meio-dia lá. Voltei pra casa e encontrei o apartamento vazio, silencioso. Fui botar roupa pra lavar, louça na máquina, fervi as mamadeiras e as (muitas) chupetas, fiz a cama, fui tomar banho (e usei o sabonete de Max) e aqui estou, meio sem saber o que fazer.

Não posso deixar de dizer que estou feliz da vida. Finalmente posso ler, olhar a chuva, fazer nada. Tenho certeza que Max está numa boa lá, com os amiguinhos dele, com as professoras e com os brinquedinhos da escola. As professoras, Inger, Siv e Margit, são ótimas. Elas têm, cada uma, 30 anos de experiência com o trabalho com crianças e já participaram da adaptação de centenas de pequenos.

Aí, como mãe, eu me sinto feliz por saber que meu filhinho está em boas mãos. E penso também em Alva Myrdal, uma diplomata nativa, socialdemocrata, que foi fundamental para o desenvolvimento das escolinhas públicas suecas, capazes de tomar conta de crianças pequenininhas até os cinco anos de idade, para que os pais - mas principalmente as mães - possam trabalhar.

Alva escreveu com o marido, Gunnar, o livro “Kris i befolkningsfrågan”, publicado em 1934, e que foi um dos mais polêmicos livros de sua época. O título traduzido é “Crise na questão da população”. O principal argumento do casal Myrdal é que a responsabilidade pela criação e educação das crianças suecas deveria ser dividida pelos pais e pelo estado, que empregaria pedagogos profissionais para a tarefa.

No ano seguinte Alva publicou um outro livro, “Stadsbarn” (“Criança da cidade”) onde apresentou idéias de que as escolinhas suecas deveriam funcionar segundo moderna psicologia infantil. Alva Myrdal teve três filhos, foi ministra no governo sueco de 1966 a 1973 e recebeu o prêmio Nobel da paz em 1982 (dividido com o mexicano Alfonso García Robles).

Uma mulher interessantérrima. Ainda mais porque um dos filhos dela, Jan, cortou relações com a família, culpou o pai de ser um déspota e a mãe de ser fraca. Vi há um tempo um documentário em que se mostrava a obcessão do marido, Gunnar, por Alva, que a teria impedido de dedicar mais tempo aos filhos. As imagens de Alma são conflitantes e, por isso mesmo, interessantes.

Para alguns Alva era uma engenheira social que defendia a higiene da raça (lembrem-se que estamos na Europa da décade de 30) e a esterilização em massa. Outros acham que ela era uma pedagoga que colocou as crianças no centro pela primeira vez. Alguns acreditam que ela era a mãe que deixou seus filhos com outros pra fazer sua carreira, enquanto alguns acreditam que ela era uma feminista que abriu caminho para as mulheres combinarem família e trabalho.

Não é a toa que depois da minha querida Doris Lessing o próximo livro a ser lido é “Det tänkande hjärtat : boken om Alva Myrdal” (“O coração pensante: o livro sobre Alva Myrdal”).

A palavra em sueco do dia é förskola, pré-escola.

August 14, 2008

Um ano!

Demorei pra publicar o post do primeiro ano porque as festividades me impediram. Teve festa na quinta (eu estava de folga), com a família, e ontem, sábado, com os amigos. Muitos presentes, muitos sorrisos, muitos beijos. Max está quase andando sozinho, como podem ver na foto acima. O carrinho ainda é uma ajuda indispensável, mas ele já está quase perdendo a paciência com a lentidão das rodinhas.

E agora é se preparar para o que vem amanhã, segunda. Pois é, amanhã eu e Max vamos pra escolinha, começar a fazer a adaptação dele. Tirei duas semanas de férias pra poder estar presente durante todo o tempo necessário. Não posso dizer que a adaptação é apenas pra Max. Eu é que preciso me adaptar a confiar o meu filho a outra pessoa que nunca vi na vida. Já disse à ela (chama-se Inger), que estou com angústia.

Ela riu. Não um riso de ironia, mas um riso de reconhecimento. E eu gostei dela.

As palavras em sueco do dia são ett år, um ano.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 07:19

July 14, 2008

Onze meses!



Coisa mais fofa, originally uploaded by Montanha-Russa.

A coisa mais linda do mundo. Onze meses, oito dentes e muita energia.

As palavras em sueco do dia são elva månader, onze meses.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade,Vidinha — Maria Fabriani @ 06:45

June 14, 2008

Dez meses!




A coisa mais linda!, originally uploaded by Montanha-Russa.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 06:38




LINDO!, originally uploaded by Montanha-Russa.

Fomos ao controle dos dez meses só pra constatar o que já sabíamos: está tudo ótimo. Com seus 77 centímetros e 10.240 gramas, Max encantou a enfermeira. Feliz da vida, sentou no colo dela (que nunca tinha visto antes) e até bateu palminha, que é como ele pede para que cantemos pra ele.

Queria agradecer à Marcia Pururuca (não coloco o link porque não sei se você quer) pela gentileza de me mandar vááááários sabonetes Phebo, obrigada, queridoca. Você é mesmo uma pessoa adorável. Näo sei quando poderei retribuir, mas acredite, um dia, o carteiro vai chegar com presentinhos. Obrigada mesmo!

Estou doente desde quarta-feira. Totalmente afônica, tosse, nariz entupido e até febre (só na noite de quarta pra quinta). Um saco.

E o campeonato de futebol europeu começou, na Áustria e na Suíça. Ia escrever um longo post sobre como a Suíça é um país, hum…, complicado de se gostar, mas aí fiquei doente e minhas forças tiveram de ser concentradas em outras coisas, tipo: respirar, lavar as mãos e o rosto trocentas vezes por dia pra não espalhar os micróbios pro resto da família etc.

Mas o time que me impressionou muito até agora foi a Holanda de Van Basten. Gente, que futebol! A minha amiga M. já escreveu sobre isso (não dou o link porque sei que ela não quer), mas eu reforço: que timaço! Destroçaram (humilharam!) e botaram a França de Henry na roda. Resultado: quatro a um pros holandeses. Parece o Brasil com pulmão e inspiração. Ótimo!

Já a Suécia está fazendo o seu rami-rami de sempre. A diferença é que agora parece que o técnico sueco resolveu deixar de ser besta e deixou o Zlatan Ibrahimovic solto, fazendo o que ele faz melhor: improvisando na linha do gol. Os gregos tiveram um gostinho essa semana (ganhamos de dois a zero), hoje é a vez da Espanha. Se bem que, sejamos realistas, os espanhóis estão melhores do que os gregos. Se eles marcarem o Zlatan direitinho, a Suécia morre.

A palavra em sueco do dia é tio månader, dez meses.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 06:34

May 31, 2008

Night out

E ontem foi a primeira vez que saí de casa sozinha pra me divertir com amigos desde agosto do ano passado. Depois do futebol (perdemos de sete a dois, já dei todas as cambalhotas necessárias) fui jantar fora com o pessoal do trabalho. Foi tão bacana! O restaurante imita o convés de um navio e fica às margens de um rio que corta Boden ao meio. O dia estava quente, 20 graus, ensolarado, perfeito. Não posso nem começar a descrever minha alegria em ter camaradas de trabalho novamente. Dos chopes no Jobi a um suco de laranja no M/S Bränna em Boden passaram sete anos no mínimo interessantes.

E hoje o dia promete. :)

A palavra em sueco do dia é värme, calor.

Filed under: Conquistas,De bem com a vida,Eu ♥ a Suécia,Trabalho — Maria Fabriani @ 07:50

May 14, 2008

Nove meses!



IMG_1010, originally uploaded by Montanha-Russa.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 15:21



Nove meses!, originally uploaded by Montanha-Russa.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 15:16



Nove meses!, originally uploaded by Montanha-Russa.

As palavras em sueco do dia são nio månader, nove meses.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 15:14

April 14, 2008

Oito meses!

As palavras em sueco do dia são åtta månader, oito meses.

Filed under: Aniversários,Conquistas,De bem com a vida,Max e a maternidade — Maria Fabriani @ 20:54
« Previous PageNext Page »
 

Bad Behavior has blocked 1775 access attempts in the last 7 days.